"há dois modos de escrever. Um, é escrever com a idéia de não desagradar ou chocar ninguém... outro modo é dizer desassombradamente o que pensa, dê onde der, haja o que houver cadeia, forca, exílio."

segue-me.

Domingo, 27 de Fevereiro de 2011

escrever (?)

apetece-me escrever mas não sei do quê, porque neste momento tenho um turbilhão de coisas na cabeça. nunca sei para quem escrevo e essa é uma das coisas pelas quais me dá mais graça escrever. posso escrever sobre as piores coisas que passam na minha cabeça, sobre as melhores, sobre as mais monótonas e sobre as que dão mais gosto de ler. posso escrever sobre tudo o que quiserem: círculos, quadrados, triângulos, guarda-chuvas, papéis e folhas, livros, cadernos, música, gatos, cães, leões, elefantes, girafas, lã, folhas secas de Outono, flores desabrochadas de Primavera, árvores despidas de Inverno, grãos de areia quentes de Verão, fotografias, retratos, desenhos, peluches, roupa, acessórios, brinquedos, do Sol, da Lua, DELE... tudo desde a mais simples coisa à mais complexa.

escrever tornou-se no meu [segundo] vício, o meu passatempo, a minha forma de expressar o que sinto sem ter que falar, directamente, com alguém, escrever é o meu [segundo] bem, escrever sou eu porque o que está escrito sou eu, o meu coração, a minha cabeça, a minha alma, escrever é ter alguém que nos leia o pensamento, escrever é falar sem ter que dizer uma palavra, escrever é gritar alto o que sentimos e o que pensamos sem fazer barulho, escrever é reflectir sobre os sentimentos e sobre a vida, escrever é pensar em algo e tentar mudá-lo através de simples ou exuberantes palavras, escrever é tudo para além do imaginável.

no escrever está a nossa vida.

 

p.s.:"o gosto pela escrita cresce à medida que se escreve."

p.s.2: amo-te namorado, mal posso esperar pelo momento em que vamos estar juntos [quase] todos os dias!

sinto-me: escritora
música: The Kooks- I already miss you
publicado por Takara* às 19:14
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Em destaque no SAPO Blogs
pub